#eCommerce

O que é e-commerce? Guia definitivo

7 min de leitura
Partilhar em
facebook sharing button
linkedin sharing button
Smart Share Buttons Icon Partilhar
woman smiling at mobile phone

Pretende entrar no próspero e lucrativo mundo do comércio eletrónico? O nosso guia definitivo abrange todos os aspetos essenciais que deve saber para ter sucesso - incluindo os tipos de comércio eletrónico, o futuro do comércio eletrónico e a chave para otimizar as operações logísticas da sua empresa.

Definição de e-commerce

O comércio eletrónico é a compra e venda de bens e serviços através da Internet. Distingue-se do comércio tradicional, que se centra na troca de produtos e serviços, mas cara a cara. O comércio eletrónico tem a vantagem de estar disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana e de ter um alcance global.

Graças à rápida digitalização, o comércio eletrónico está a tornar-se um hábito regular para muitas pessoas em todo o mundo. Estima-se que, em 20211, 2,14 mil milhões de pessoas fizeram compras online, o que corresponde a 27% da população mundial!

hand scrolling on a mobile phone

Tipos de e-commerce

Existem vários tipos de e-commerce:

B2C - empresa para consumidor. Esta é a que provavelmente lhe é mais familiar. Envolve empresas online, normalmente retalhistas, que vendem produtos e serviços diretamente aos consumidores. Os exemplos incluem marcas de mercearia e vestuário, pequenas empresas com o seu próprio site de comércio eletrónico e serviços baseados em subscrição, como o Netflix.

B2B - business-to-business. Envolve transacções electrónicas de bens e serviços entre empresas. Os exemplos incluem o comércio por grosso, em que o comprador vende depois a um cliente final (B2B para B2C). O comércio eletrónico B2B é um setor em rápido crescimento; normalmente, as negociações eram feitas pessoalmente, mas devido à digitalização, grande parte está a ser feita online.

C2C - consumidor a consumidor. Trata-se de transacções electrónicas de bens e serviços entre consumidores. Normalmente, estas são efetuadas através de uma plataforma online de terceiros, como o eBay ou o Facebook Marketplace. 

C2B - consumer-to-business (consumidor para empresa). É quando os consumidores vendem os seus produtos ou serviços a empresas.  Os exemplos incluem influenciadores online que vendem espaço publicitário no seu blogue ou um fotógrafo que vende as suas imagens a empresas através de uma plataforma dedicada, como a Shutterstock.

Benefícios do e-commerce

Qualquer pequena empresa ou empresa existente que pretenda crescer deve fazer do comércio eletrónico uma parte central da sua estratégia. Trata-se de uma oportunidade lucrativa e nunca foi tão fácil criar uma loja online. As muitas vantagens incluem:

Está a crescer - e rapidamente. Prevê-se que as vendas globais de comércio eletrónico aumentem 10,4% em 2023, atingindo um valor de mercado de 6,3 biliões de dólares2. Prevê-se que este número já impressionante atinja mais de 8,1 biliões de dólares em 2026 - um aumento impressionante para um período de três anos. As taxas de penetração da Internet e dos smartphones continuam a aumentar em todo o mundo - mesmo nos países em desenvolvimento - o que significa que o alcance potencial do comércio eletrónico é ilimitado. 

Baixos custos de funcionamento. A criação de uma loja online é muito mais acessível do que um estabelecimento físico, sem necessidade de pagar a renda, a conceção da loja e o pessoal. Os novos empresários do comércio eletrónico podem começar por vender num mercado online como o eBay, que tem riscos relativamente baixos associados. Existem também muitas ferramentas de marketing de baixo custo à sua disposição - a criação de uma página de marca no Instagram, por exemplo, é gratuita e é uma forma poderosa de interagir com milhares, se não milhões, de potenciais clientes.

Alcance global. Graças ao crescimento dos envios internacionais, nunca foi tão fácil abrir a sua loja online ao mundo. Claro que isto requer alguma pesquisa de mercado sobre quais os países que mais compram os seus produtos e garantir que o seu site de comércio eletrónico é personalizado para os compradores locais (pense na língua e nos métodos de pagamento), mas a oportunidade de maximizar as suas vendas é vasta.

Dados poderosos sobre os clientes. Não é possível melhorar o seu negócio sem conhecer realmente os seus clientes, e é aqui que o comércio eletrónico realmente prospera. Como vendedor online, terá acesso a dados comportamentais valiosos sobre os seus clientes: como chegaram ao seu site, que produtos procuraram, onde o seu envolvimento foi maior, o que os fez abandonar um carrinho - tudo isto pode ser utilizado para melhorar continuamente o seu negócio e maximizar as vendas.

tablet with diagrams on it

Principais componentes do comércio eletrónico

Ao criar uma empresa online, estes são os componentes mais importantes de uma estratégia empresarial de comércio eletrónico bem sucedida.

Envolvimento do cliente

Um dos grandes. Em todos os pontos de contacto da sua presença online - desde o seu site de comércio eletrónico aos seus canais de redes sociais e aos seus e-mails de marketing - deve considerar cuidadosamente a experiência do cliente. Os compradores online esperam facilidade, conveniência e rapidez - e muito disso está relacionado com o ponto seguinte...

Website e Design

O seu site é o rosto da sua marca - mas a sua importância vai para além da estética. Os visitantes esperam uma experiência rápida e intuitiva, caso contrário, abandonarão completamente o seu site. Há muito a considerar - desde a velocidade de carregamento da página à navegação e ao serviço de apoio ao cliente - por isso, consulte as nossas 22 regras de ouro do comércio eletrónico para as assinalar a todas.

Pagamentos online

Sabia que os compradores online têm 70% mais probabilidades de finalizar uma compra se o seu método de pagamento preferido for apresentado como opção no checkout?3 Mas quais é que a sua empresa deve oferecer? Cartões de crédito? Carteiras digitais? E os planos de pagamento a prestações "compre agora, pague depois"? Mergulhe no nosso guia sobre as novas formas de pagamento para começar - e lembre-se de pesquisar as preferências locais se estiver a vender internacionalmente.

man looking at pc screen

Preços dinâmicos

Isto implica alterar os preços dos seus produtos com base nas tendências do mercado, na oferta e na procura, no nível das existências e nas expectativas dos clientes. Ser flexível com a sua estratégia de preços é fundamental para se manter competitivo - por exemplo, igualar os preços dos produtos de um concorrente.

Atualmente, existem muitas plataformas tecnológicas baseadas em IA que podem monitorizar o seu inventário para encontrar os melhores pontos de preço para os seus produtos, com base na procura. Isto beneficiará a sua empresa e os seus clientes.

Cadeia de abastecimento

A cadeia de abastecimento é toda a rede envolvida no aprovisionamento e aquisição de matérias-primas, na conversão desses materiais em produtos acabados e na distribuição desses produtos acabados. Enquanto empresa de comércio eletrónico, pode trabalhar com vários parceiros ao longo da cadeia de abastecimento, pelo que manter uma comunicação regular é fundamental para antecipar obstáculos e pôr em prática planos - por exemplo, se um fornecedor se atrasar numa das entregas que lhe faz.

Uma cadeia de abastecimento ágil pode adaptar-se rapidamente às mudanças do mercado, antecipar picos de procura e satisfazer as expectativas de entrega dos clientes.

Logística

A logística é a parte da cadeia de abastecimento pela qual a sua empresa é responsável e abrange o aprovisionamento, a gestão de stocks, a distribuição, o armazenamento, o transporte, a embalagem e a gestão de riscos. Para as pequenas empresas, em particular, a logística deve ser considerada essencial para reduzir custos, manter a competitividade e fazer chegar os produtos aos clientes a tempo. Existe um número crescente de tecnologias disponíveis para o ajudar a otimizar estas operações - por exemplo, software para melhorar a eficiência da disposição do seu armazém e software de planeamento de rotas para reduzir os seus custos de transporte. 

Devoluções

É uma desvantagem infeliz do comércio eletrónico que os produtos sejam frequentemente devolvidos pelos consumidores. Mas antes de saltar esta secção, considere o seguinte: 67% dos consumidores verificam a política de devolução de um retalhista online antes de se comprometerem com uma compra4, pelo que levar as devoluções a sério é fundamental. De facto, é tão importante que escrevemos um artigo inteiro sobre o assunto - incluindo um modelo de devolução gratuito com tudo o que os seus clientes esperam.

Desafios do e-commerce

Não seria um artigo completo de e-commerce sem reconhecer alguns dos desafios do setor. O segredo é estar atento e ficar um passo à frente!

Experiência do cliente

As expectativas dos clientes relativamente às suas experiências online estão a aumentar - acompanhá-las pode ser exigente e dispendioso. Por exemplo, 66% dos compradores esperam agora o envio gratuito em todas as encomendas que fazem online5, enquanto 88% querem que as marcas os ajudem a ser mais amigos do ambiente6. E estes exemplos são apenas alguns de muitos. No entanto, investir na experiência do cliente é vital para o seu negócio - lembre-se, é mais barato manter um cliente fiel do que adquirir um novo!

Concorrência

O comércio eletrónico é extremamente competitivo - seja qual for a sua venda, é provável que existam inúmeras outras empresas online a oferecer o mesmo.

Ao efetuar uma análise minuciosa da concorrência, pode aprender as melhores práticas para comercializar e vender de forma mais eficaz e identificar lacunas no mercado que a sua empresa pode colmatar.

Então, quais são os pontos fortes da sua empresa? Onde está a ficar aquém dos seus concorrentes? E que estratégia deve adotar para melhorar? 

Website e conversão

A taxa média de conversão do comércio eletrónico em 2022 - ou seja, o número de encomendas em relação às visitas a um site - foi de 3,65%7. Isto pode parecer pouco, mas há medidas que o seu negócio online pode tomar para a melhorar. A análise do seu site mostrar-lhe-á em que momento os seus clientes estão a abandonar os carrinhos de compras ou a sair do seu site. Talvez os esteja a perder quando lhes pede para registar uma conta - neste caso, a introdução do "Guest Checkout" pode ser transformadora. A otimização do seu site será uma tarefa contínua, mas vale a pena para melhorar as suas conversões.

man wearing a robot suit in a warehouse

O futuro do e-commerce

O que o futuro do e-commerce reserva? E o que isso significa para a estratégia de crescimento do seu negócio?

O retalho omnicanal vai continuar a crescer

A forma como os consumidores online fazem compras é frequentemente uma viagem complexa que envolve vários canais diferentes. Podem pesquisar uma marca no Instagram, comparar preços num mercado online e depois concluir a compra na aplicação móvel dedicada da marca. O desafio para as empresas é garantir que estes diferentes pontos de contacto funcionam em conjunto; 87% dos compradores querem uma experiência personalizada e consistente em todos eles8

IA para automação

Com as empresas online a enfrentarem expectativas crescentes dos clientes, estão a surgir tecnologias para automatizar várias áreas da sua logística - desde robôs móveis interiores para otimizar a recolha e a embalagem nos armazéns, até tecnologias de chatbot mais inteligentes que podem envolver melhor os visitantes do website. Descubra toda a gama de inovações interessantes que estão a transformar o setor do comércio eletrónico com o nosso exclusivo Logistics Trend Radar.

O fator sustentabilidade

Em resposta às expectativas dos consumidores, cada vez mais marcas estão a apostar na sustentabilidade. Isto pode ir desde a adoção de embalagens ecológicas até ao desenvolvimento de iniciativas completas em torno das emissões de carbono. É um exercício que vale a pena - um estudo concluiu que as lojas que dão prioridade ao clima registaram um crescimento 5,8 vezes mais rápido e viram as suas taxas de conversão aumentar 20%9.

Perguntas frequentes sobre comércio eletrônico

Quais são os três principais tipos de e-commerce?

Os três principais tipos de e-commerce são B2C (business-to-consumer), B2B (business-to-business) e C2C (consumer-to-consumer).

O que é um exemplo de e-commerce?

Um exemplo de comércio eletrónico é uma pequena marca de velas independente que vende diretamente aos clientes através do seu próprio site. Pode também vender num mercado online, como o Etsy, e ter o Instagram Shopping ativado para que os seus seguidores nas redes sociais possam fazer compras facilmente. Todas estas transacções online seriam consideradas comércio eletrónico.

O que é e-commerce marketing?

O marketing do comércio eletrónico foi concebido para conduzir os clientes através do túnel de conversão: desde a sensibilização para uma loja de comércio eletrónico, passando pelo tráfego para a loja, até à conversão final dos visitantes em clientes pagantes.

O marketing do comércio eletrónico utiliza normalmente uma combinação de estratégias, incluindo a otimização dos motores de busca, conteúdos das redes sociais, publicidade paga e campanhas de correio eletrónico.

O e-commerce está a crescer?

Sim! Agora é o momento de dar o salto e abrir as asas do seu empreendedorismo. Há muito a considerar, mas uma coisa que a DHL pode fazer por si é a logística, assegurando que os seus clientes recebem as suas encomendas a tempo e em ótimas condições - onde quer que estejam no mundo. Comece a sua jornada com uma Conta Comercial DHL Express, hoje mesmo.