#Logística

Tendências da cadeia de logística em 2023

DHL Express
DHL Express
4 mins
Partilhar em
facebook sharing button
linkedin sharing button
Smart Share Buttons Icon Partilhar

As cadeias de logística nunca tiveram um papel tão importante como hoje em dia num mundo totalmente globalizado. É a logística que movimenta os bens de que todos precisamos, seja para trabalhar, seja para uso pessoal, e por isso é através dela que conseguimos conectar negócios e pessoas, respondendo às suas necessidades e melhorando as suas vidas. Com o passar dos anos, as empresas estão a transformar a logística num processo silencioso e de back-office, tornando-a num ativo estratégico que permite a criação de valor nos negócios. Por outro lado, os visionários da tecnologia estão ativamente a identificar e implementar soluções inovadoras no setor da cadeia de logística, no mundo inteiro e de forma transversal às várias indústrias.

DHL Logistics Trend Radar é o relatório anual da DHL que elenca as tendências emergentes e disruptivas na indústria da logística. Neste relatório são apresentadas as principais tendências em quatro grandes áreas: tecnologia, sociedade, meio ambiente e negócios. Cada área apresenta um conjunto de tendências que estão a moldar a indústria de logística e que vão continuar a assumir um papel de destaque ao longo dos próximos ano.

Continue a ler este artigo para ficar a conhecer algumas das novas tendências da cadeia logística para 2023.

1 – Digital Twins: a realidade é que a tecnologia está cada vez mais presente e mais forte na indústria de logística. Esta tecnologia permite a criação de uma cópia digital de um objeto físico ou até de um processo operacional ou industrial. O objetivo passa por modelar, simular e otimizar operações, de forma digital e por isso mais eficiente em termos de tempo e de custo, facilitando a inovação e introdução de melhorias em equipamentos ou processos.

2 – New Mobility: os transportes estão a mudar para privilegiarem a energia verde, tal como tem feito a DHL Express. É neste contexto que temos vindo a aumentar a nossa frota de veículos elétricos como sendo uma alternativa mais sustentável em relação aos veículos movidos a combustível fóssil. A indústria automóvel está no meio de uma mudança radical e a adaptação das empresas da cadeia de logística ao setor é fulcral para o desenvolvimento e melhoria dos serviços

3 – Mindful Logistics: a preocupação com o meio ambiente é uma temática que tem vindo a ganhar cada vez mais destaque, tanto para os clientes, como também para os operadores da cadeia de logística como a DHL. Indo ao encontro desta tendência, a DHL Express continua a adotar práticas cada vez mais sustentáveis, com vista à redução de emissões de gases de efeito de estufa, a gestão de resíduos e a redução da utilização dos materiais de embalagem. A realidade é que estas práticas, além de pouparem o planeta, podem melhorar a reputação das empresas e atrair clientes que valorizam a sustentabilidade. Não se esqueça que as ações de hoje são o futuro de amanhã, por isso é importante pensarmos também no médio e longo prazo;

4 – New Technologies : as tecnologias digitais estão a transformar a forma como as empresas interagem com os seus clientes e com os seus fornecedores. As empresas de logística, como é o caso da DHL Express, estão a adotar plataformas que permitem oferecer serviços de entrega cada vez mais rápidos e eficientes, permitindo acompanhar todos os dados de cada envio em tempo real. É desta forma que estas ferramentas podem ajudar as empresas a melhorar os seus níveis de eficiência e aprimorar a experiência para os clientes. A grande vantagem competitiva desta tecnologia é que permite que as empresas se tornem mais ágeis e responsivas às exigências dos mercados atuais.

5 – Blockchain: o blockchain é uma tecnologia que permite a criação de um registo digital seguro e autêntico, que pode ser utilizado para efetuar transações relacionadas com as suas encomendas. O blockchain pode melhorar a transparência, a segurança e também a eficiência da cadeia de logística, permitindo reduzir eventuais erros e fraudes.

DHL Express acredita plenamente que a entrega de inovação só pode ser alcançada com a ajuda de três fatores cruciais:

1 – Estar perto dos clientes: cultivamos conversas e opiniões honestas com os nossos clientes sobre as estratégias de negócio, necessidades futuras e problemas que necessitem da nossa atenção. Só ao ouvirmos os nossos clientes é que conseguimos alcançar relações de confiança e duradouras com os mesmos;

2 – Estar perto da tecnologia: como já tivemos oportunidade de verificar ao longo do artigo, as tendências tecnológicas para o setor da cadeia de logística estão a mudar constantemente e é preciso estarmos conectados com as mesmas para conseguirmos responder às exigências dos mercados atuais. Estamos na vanguarda da tecnologia emergente e da inovação da cadeia de distribuição, o que nos permite identificar e co-criar soluções ainda mais vantajosas para os nossos clientes;

3 – Estar perto das operações: aproveitamos a operação global da DHL para melhorar a eficiência, qualidade e segurança dos processos. O tempo significativo que passamos no local com os colaboradores a analisar e estudar novas soluções traduz-se numa vantagem competitiva para os nossos clientes, mas também para os nossos colaboradores.

Para colocarmos em prática tudo o que foi falado anteriormente, a DHL tem 4 centros de inovação, localizados na Alemanha, Singapura, Estados Unidos e nos Emirados Árabes Unidos. Estes centros são indispensáveis para conseguirmos liderar o futuro das cadeias de logística e impulsionar a inovação centrada no cliente, em cada parte do mundo.

DHL Express é o futuro do setor da logística. Envios rápidos, seguros e com máximo de eficiência possível para garantirmos o sucesso das suas encomendas internacionais. Conte com a experiência da DHL Express.